Educação na Era Digital

Você já deve ter percebido que muitas atividades que antes funcionava bem em uma sala de aula presencial, hoje, pode ser considerado obsoleto para a educação na Era Digital.

Com todas as mudanças, além dos alunos que são impactados, temos os professores, que precisam se adaptar a uma nova realidade educacional. Diante disso, o educador precisa conhecer as oportunidades de atuação não só para aproveitar melhor o conteúdo lecionado, mas também para criar engajamento com os estudantes.

E não pense que estamos falando de educação formal. Muitos professores viram nos cursos livres uma oportunidade para expandir a fonte de renda, mas já perceberam também que precisam se adaptar para essa nova realidade.

Como é o mercado de educação a distância?

O mercado de ensino a distância movimentará, até 2025, cerca de 325 bilhões de dólares, segundo a revista Forbes. E apesar do número alto, isso não parece distante de acontecer, visto que a projeção feira para 2015 foi alcançada (107 bilhões) e superada nos anos seguintes.

Em relação à fatia do Brasil, o crescimento no nosso país ainda é tímido. No entanto, o território tem possibilidade de conquistar um mercado bilionário, se as oportunidades forem mais bem aproveitadas. Afinal, o número de alunos, cerca de 1,5 milhão, está crescendo em ritmo acelerado, bem como as ofertas de cursos.

No entanto, não basta apenas o aumento de alunos. É preciso investimento e, principalmente, uma adaptação e aproveitamento melhor das oportunidades de ensino.

4 possibilidades que a EAD apresenta para educadores

A educação na era digital oferece diferentes oportunidades para quem deseja entrar no mercado como educador. Confira as 4 principais a seguir!

1. Trabalhar a confiança e a autoridade

Ser uma autoridade online exige uma preparação do educador e especialidade no assunto que será lecionado. Portanto, uma das principais possibilidades que o EAD proporciona a ele é justamente a promoção de sua autoconfiança.

O educador do ensino a distância precisa de uma atuação de autoridade para conquistar os alunos, o que significa não só oferecer um conteúdo diferenciado, que exigirá estudos mais aprofundados e experimentação, mas também mostrar aos alunos o diferencial que aquele curso pode ter em suas vidas. Isso reverte em forma de credibilidade de mercado.

2. Usar a criatividade para a captação de alunos

Outra possibilidade para o educador EAD é que, na promoção dos seus cursos, ele precisará ser criativo para atrair a atenção do aluno. Isso significa que, além de ser um especialista no assunto a ser lecionado, ele precisa saber utilizar as estratégias de marketing corretas para atrair inscritos para o curso.

O uso constante da criatividade terá uma série de impactos na vida desse educador, desde a obtenção de insights sobre as necessidades do mercado até um conhecimento e adaptação à realidade do aluno.

Com isso, o educador também tende a ser mais motivado e a desenvolver um impacto positivo na vida do estudante.

3. Trabalhar com ferramentas tecnológicas distintas

A internet oferece inúmeras possibilidades de aprendizado para o educador. Entre elas, está a multidisciplinaridade.

Como já mostramos, uma pessoa que cria cursos a distância deve saber sobre o conteúdo lecionado e conhecer estratégias de atração de alunos. Mas, além disso, é necessário aprender a usar várias outras ferramentas, como:

  • Plataforma de cursos;
  • Edição de vídeos;
  • Apresentação interativa.

Ou seja, há vários instrumentos que agregam valor ao currículo do educador.

4. Incorporar a educação a distância ao ensino presencial

Esse é um aspecto interessante de ser trabalhado para quem deseja aprimorar a educação na era digital.

Os encontros presenciais são caracterizados pela troca de conhecimento e aplicação deste. Mas isso pode também ser vivenciado na EAD por meio da promoção da interatividade dos alunos.

O ensino a distância pode ser um braço para o desenvolvimento mais ágil dos alunos. Isso acontece, por exemplo, na incorporação de materiais digitais ao dia a dia do estudante, como testes online, vídeos interativos e o próprio aprofundamento em determinados assuntos.

As 5 habilidades do educador presencial utilizadas na EAD

O Censo EAD Brasil 2017-2018 mediu o nível de alguns aspectos considerados essenciais no ensino a distância e entre eles estavam os tutores qualificados.

De fato, a qualidade do educador impacta diretamente a educação na era digital e, para que ele atinja esse nível, é preciso a união de algumas habilidades.

1. Diplomacia

A diplomacia pode ser entendida como o relacionamento civilizado e pacífico com diferentes grupos.

No caso do educador, isso significa ter paciência e ser direto ao lidar com os alunos, mantendo a confiança das suas decisões.

É aquela questão: tratar com delicadeza, mas firmeza, ajudará em uma troca mais respeitosa e contribuirá para que ambas as partes saiam ganhando.

2. Adaptação

A capacidade de adaptação é uma das maiores aptidões que uma pessoa que lida com a educação na era digital precisa ter.

Tudo muda com agilidade: o mercado, as suas demandas e a própria opinião das pessoas.

O educador, então, precisa estar preparado para poder ser adaptar, a fim de sempre levar valor ao aluno de EAD.

Por exemplo, quando novas tecnologias surgirem, é preciso considerar sua utilização, o contexto de necessidade e a própria capacidade de interagir com elas.

3. Tolerância

Nem sempre os alunos estarão dispostos a ouvir, a metodologia adotada será a melhor para todos os estudantes e o educador precisa saber disso.

Ser tolerante cruza com o princípio da resiliência, mas também da humildade.

Demonstrar paciência, empatia e buscar entender que nem sempre o outro terá uma atitude correta é um importante traço.

4. Preparação

Parece redundante falar sobre preparação para um educador, mas é preciso atenção, especialmente se você está passando por uma transição do ensino presencial para a EAD.

É preciso se preparar não só para passar o conteúdo, mas também para lidar com imprevistos, mudanças no caminho, adaptação de conteúdos de acordo com a demanda do público, entre outras questões.

5. Desenvolvimento

Geralmente, quem procura cursos a distância quer desenvolver habilidades bem específicas. Logo, o educador precisa captar essa essência a fim de promover o desenvolvimento do aluno.

Isso significa conhecer as individualidades dos grupos atendidos para oferecer um ensino que atenda às suas expectativas.

Uma alternativa interessante é usar a metodologia ativa na condução da jornada de descoberta do aluno.

A educação na era digital

Assim como trouxe uma série de oportunidades, a educação na era digital também impôs novos desafios ao cotidiano do educador.

Como mostramos, é preciso estar atento às demandas desse mercado, atualizando-se constantemente para oferecer um diferencial ao estudante.

Habilidades como tolerância, adaptação e preparação ajudam a diferenciar um educador de sucesso no mundo digital. Mas não é só isso: a busca pelo domínio da tecnologia também deve fazer parte do dia a dia do professor.

—————————

Fonte: Hotmart

Compartilhe nas Redes Sociais!

Você pode gostar...

Deixe uma resposta